PROVE DA ÁGUA DA VIDA

Tags

, , , , , , ,

CLIQUE AQUI PARA VER OUTROS VIDEOS E SE INSCREVER no meu canal: https://www.youtube.com/channel/UCsp8K2Kj1WT8usvpxQwoIdQ

“Disse Jesus: Quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”. A mulher lhe disse: “Senhor, dê-me dessa água, para que eu não tenha mais sede” (João 4:14-15).

Você já pensou no valor da água? A água é um elemento essencial para a nossa sobrevivência. Hoje o homem contemporâneo já tem uma preocupação com a preservação da água.

Com o objetivo de alertar e conscientizar a população mundial sobre a importância da água e sua preservação para a sobrevivência de todos os seres e ecossistemas do planeta, o Dia Mundial da Água foi criado no dia 21 de fevereiro de 1993, pela ONU – Organização das Nações Unidas e, foi definido o dia 22 de março, para comemorar e celebrar a água.

A água é um elemento essencial no mundo natural e, para ilustrar a sua necessidade na vida espiritual, podemos usar esta mesma analogia para se referir à graça de Deus, pois  exatamente o que a água é no mundo natural, assim, a graça de Deus é na vida espiritual. Ela é a única que pode saciar a nossa sede espiritual. Você precisa de água como ser homem. Você precisa dela para sua sobrevivência. Assim também, torna-se uma necessidade imperativa na sua vida, a água da vida que é Jesus Cristo – você deve beber ou morrerá.

Nesta narrativa do Evangelho, a mulher Samaritana revela a necessidade de saciar a sua sede espiritual. Aquela mulher estava pensando inicialmente, na água que poderia umedecer os seus lábios, enquanto que Cristo estava falando da Água Viva, a sua própria graça e amor que toca o coração, e tem poder de saciar a sede do coração humano. Prove da água da vida!

SALVE DEUS A MINHA PÁTRIA

Tags

, , , , , , , , ,

Salve Deus a minha Pátria, minha Pátria varonil! Salve Deus a minha terra, esta terra do Brasil.

Ignorar ou tentar amenizar a situação triste que se encontra o nosso país, é uma atitude não somente irresponsável, mas anticristã, diante de um quadro que não se tem como negar. A situação é muito triste, quando nos deparamos com a realidade que vive a nossa gente.  O nosso querido Brasil tem passado por momentos difíceis e delicados.

A nossa população vive o caos em todos os segmentos, e o povo experimenta a realidade de uma crise social, educacional, econômica, moral e espiritual, sem precedentes em nossa história. Hoje, as nossas famílias e os nossos filhos, correm riscos em todas as áreas da vida e nos parece impossível resgatar os valores que perdemos ao longo dos anos.

As pessoas estão perdendo o sentido do sagrado, do espiritual, da moral, da família e do propósito estabelecido por Deus e não conhecem os seus planos para sua vida. O nosso país está enfermo em todos os sentidos e precisa ser abençoado por aqueles que são sal e luz da terra.

Os discípulos de Jesus, precisam viver mais profundamente os valores e princípios cristãos. Cada servo do Senhor deve estar comprometido diariamente em viver para glória de Deus e abençoar pessoas com o seu testemunho de vida.

Neste tempo, mas do que nunca, precisamos orar pela Pátria amada. É nosso dever suplicar para que Deus salve o nosso povo e abençoe o nosso Brasil.

O CHORO QUE INTERESSA

Tags

, , , , , , , , , ,

“Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados…” (Mateus 5.4)

Lamentos e choros fazem parte do cotidiano de todos nós, muitas também eram as razões para lágrimas na Palestina dos dias de Jesus. Enfermidades, pobreza, opressão política, religião de aparências, violência, morte, abandono e injustiça social, aflições diversas eram causas que explicavam os sofrimentos, principalmente dos fracos e oprimidos à época de Cristo na terra. Mas, falando aos seus discípulos, a que choro Jesus se refere prometendo consolação?

O choro que receberá consolo será aquele do coração humilde e quebrantado, que se derrama por causa dos seus pecados e que, confesso e arrependido, clama o perdão que lhe purificará e enxugará suas lágrimas. O choro que receberá consolo será aquele do coração sensível diante da miséria alheia, coração cheio de compaixão e de amor pelo próximo. O choro que receberá consolação será aquele do coração que se entristece com tudo que aborrece a Deus, coração que tem a mente de Cristo e lamenta ao ver a humanidade perdida e sem o temor a Deus. O choro que receberá consolo será aquele do coração que tem a sua esperança na glória da volta do Senhor Jesus Cristo, coração que sabe que as aflições do tempo presente não podem ser comparadas com as glórias que o Senhor reservou para aqueles que esperam nele.
Que as nossas lágrimas cheguem diante de Deus e que por Ele sejamos consolados, pois o Senhor não está alheio ao choro de nenhum de nós.

(Javan Ferreira, Pr)

O BARCO DA VIDA

Tags

, , , , ,

(INSCREVA-SE no meu canal e acompanhe os meus vídeos semanais) https://www.youtube.com/channel/UCsp8K2Kj1WT8usvpxQwoIdQ

Inúmeras vezes na vida, parece que o vento sopra ao contrário! As tempestades são desafiadoras e as ondas se tornam gigantes. No barco da nossa vida, em muitos momentos navegamos em águas tranquilas, nos sentindo felizes, satisfeitos e realizados…Outras vezes, as águas não estão tranquilas, ficamos tristes, preocupados e até deprimidos…Em outras ocasiões do nosso viver, enfrentamos verdadeiras tempestades. O nosso barco é jogado de um lado para o outro quando enfrentamos problemas, enfermidades físicas, crises emocionais; nos sentimos debilitados e espiritualmente fracos para superarmos os desafios à nossa frente.

Mas uma certeza temos! Quando Cristo está no comando do barco da nossa vida, ainda que o mar esteja violento, revolto e agitado, temos a garantia de que chegaremos ao porto seguro. Os episódios registrados na Bíblia, particularmente aqueles que relatam acontecimentos no ministério de Jesus Cristo, nos ajudam a compreender os propósitos de Deus para o nosso viver.

Um bom exemplo, é o relato de Mateus 14:22-33, onde descobrimos que na planície a noroeste do Mar da Galileia, Pedro desce do barco, respondendo à chamada de Jesus. Este fato ilustra claramente que a fé que responde à chamada é também a mesma fé que nos faz vencer os conflitos, superar as dúvidas e nos garante a vitória, pois Jesus continua dizendo: “Tende bom ânimo! Sou eu. Não temais!”