Bases da consagração

BASES DA CONSAGRAÇÃO

Romanos 12:1-2 e Outras Passagens

Nunca é tarde demais para começar uma nova vida e experimentar as alegrias da vida abundante que Cristo nos oferece. O apóstolo Paulo tornou-se um exemplo vivo de que vale a pena render-se ao poder de Deus.

  • Neste texto Paulo usa a palavra grega: “παριστημι” = paristemi ou paristano, indica três vertentes diferentes da consagração:
  • APRESENTAÇÃO – UM ATO SINCERO DE.

(V. 1a) “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.”

  • A nossa CONSAGRAÇÃO se inicia com a nossa DISPONIBILIDADE.

(Hebreus 11:6) “Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor.”

 Áreas dessa “disponibilidade cristã”:

 a) O MEU SER. b) A MINHA VIDA. c) AS MINHAS AÇÕES.

 DEDICAÇÃO – UMA ATITUDE INTELIGENTE.

 (V. 1b) “Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus, o vosso culto racional.”

 

  • A DEDICAÇÃO acontece como um ato de SUBMISSÃO.

 

  • OFERTA – UMA CARACTERÍSTICA DE COMPROMISSO.

 

(V. 2) “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

 

  • O COMPROMISSO não nos deixa “tomar a forma” deste MUNDO.

 

  • William Gurnall – Viveu no século XVII – Escreveu um clássico sobre batalha espiritual, onde disse: “Queira ou não, você vai ter que entrar no ringue contra satanás.”

CONCLUSÃO: Para ser bem sucedido na luta:

 

  1. Não abra mão da sua FIDELIDADE a CRISTO.
  2. Tenha uma vida de SUBMISSÃO ao SENHOR.
  3. Assuma um COMPROMISSO verdadeiro com DEUS.
Anúncios