A FANTASIA DO CARNAVAL

A imprensa nacional insiste na fantasia que o carnaval é um assunto de interesse nacional, o que não é verdade, se considerarmos uma população de cerca de 180 milhões de brasileiros e o efetivo ínfimo de pessoas que participam dos desfiles, bailes e escolas de samba.

Na verdade, isso só acontece com mais envolvimento no eixo Rio-São Paulo e algumas outras capitais do Brasil. Em alguns Estados da Federação, só é sabido que existe carnaval, por causa das imagens que são veiculadas na TV e pelas músicas tocadas em poucas emissoras de rádio.

 O carnaval é uma verdadeira fantasia, que leva o país a literalmente parar durante quase uma semana, trazendo prejuízos sérios à economia nacional, aos empresários, comerciantes e trabalhadores; além é claro, dos sérios prejuízos espirituais à família e à sociedade em geral.

 Falar que carnaval é festa e alegria é outra fantasia, pois bem sabemos que a verdadeira alegria vem de dentro e não se baseia nas alegorias externas e aparentes, no álcool, nas drogas, no sexo e em outros “prazeres” que são vivenciados superficialmente durante quatro dias, deixando de existir na conhecida quarta-feira de cinzas.

 É deprimente ver pessoas que sem propósito na vida e sem experiência cristã, se entregam a uma profunda e vazia experiência de viverem como atores, escondidos atrás das máscaras e maquiagem, demonstrando uma alegria que não é autêntica nem reflete o seu dia-a-dia. É hora de tirar a máscara!

Que o convite de Jesus Cristo, registradas em Mateus 11:28, quando disse: “Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso para a vossa alma”, seja experimentado por todos os brasileiros.  Amém.

Sobre Vitor Hugo Mendes de Sá

Vitor Hugo Mendes de Sá é casado com Linéa Dias Mendes de Sá e tem duas filhas: Juliana e Mariana. É pastor por mais de 34 anos, evangelista, formado em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil. Tem cursos em clínica pastoral, capelania hospitalar, pós-graduação Latu Sensu em ciências políticas e educação(UNB), Liderança avançada pelo Instituto Haggai. É também, Bacharel em Direito(FDCI). Tem sido orador de conferências no Brasil e no exterior. Pastor da Primeira Igreja Batista na Penha-RIO. Autor dos livros: Orando com Propósito e Rompendo as Muralhas na Família, ambos publicados pela MK editora.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A FANTASIA DO CARNAVAL

  1. Rafael Jácome disse:

    A PAZ DO SENHOR!
    Verdadeiramente o mundo esconde-se em suas máscaras e em suas fantasias carnais aprisionadas em suas paixões. Enquanto que os fiéis estarão concentrados para orar e cultuar ao Senhor. Aqui em Natal, cerca de 60.000 jovens estarão participando de retiros e encontros. De um lado a escravidão imposta pelos detentores do poder da mídia, do outro, os libertos pelo sangue de Cristo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s