Creio sinceramente que um dos maiores de todos os desafios enfrentados pelos cristãos nessa geração pós-moderna é a capacitação quanto ao “discernimento“. Aqui se concentra o caminho para se resolver e evitar as verdadeiras armadilhas que aparecem em nossos dias, tentando nos desviar do alvo da vida cristã e da vontade de Deus.

Saber a diferença, perceber com clareza, julgar com prudência, para se ter condições de decidir pelo certo, é a recomendação bíblica a que, mais do que nunca, se faz necessário atentarmos nos dias atuais.

Verificando cuidadosamente a palavra “discernimento“, no capítulo 12, da Primeira Carta de Paulo aos Coríntios, quando o mesmo fala sobre a diversidade de dons, descobrimos que este termo no original grego, traz a idéia de examinar, considerar, ver, compreender, ouvir e julgar de perto.

Penso que na atual conjuntura mundial, com o surgimento de inovações teológicas e práticas eclesiásticas a cada dia mais estravagantes, com deturpações dos textos bíblicos e inversões dos valores cristãos e éticos, será vencedor o cristão que melhor estiver preparado espiritualmente para reconhecer essas ações contrárias à vida cristã.

Enfrentar com maturidade e sabedoria esses ataques, sabendo identificar os lobos das ovelhas; o joio do trigo; o falso do verdadeiro, é o grande desafio, pois como nos orienta o próprio Senhor Jesus Cristo, no sermão profético, em Mateus 24:23-24, “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios, de modo que, se possível , enganarão até os escolhidos“.

Fundamente a sua fé na experiência pessoal, baseada na Palavra de Deus, que oferece todos os recursos necessários para “discernir” os autênticos fundamentos cristãos.

 Verifique, avalie em oração todas as coisas e seja um vencedor em nome de Jesus! Amém.