Maio é conhecido como o mês da família e somos desafiados a preservar o que temos de mais precioso, que é a nossa família.

Você sabia que há um lugar de destaque no Reino de Deus para a sua família?

A família é a “célula máter” da sociedade, sendo a Igreja de Cristo parte integrante da mesma e o seu sustentáculo moral e espiritual.

No seu ministério terreno, Jesus Cristo não deixou de lado a família, pois sabia que seria impossível um Reino forte com famílias fracas. Ele sempre se preocupou com a família, valorizando-a e investindo nela.

Vivemos num mundo moralmente deteriorado, onde não há mais a consciência do pecado, do certo e do errado, do moral e imoral. Até mesmo entre os guardiões da lei, há uma tendência que se generaliza, retirando do Código Penal o que antes era considerado crime e afeta diretamente a família e a sociedade.

Os ataques à família aumentam a cada dia e se faz mister que, como servos do Senhor Jesus Cristo, possamos através da Palavra de Deus nos fortalecer, orando e nos comprometendo com os valores espirituais; valores do Reino de Deus, para superarmos e vencermos os desafios deste novo tempo.

A técnica moderna constrói casas com vidraças inquebráveis e à prova de balas; casas aparelhadas que transformam em belas melodias os ruídos da rua; casas, onde o simples apertar de um botão, faz aparelhos funcionarem com precisão; casas com decorações e pinturas modernas; com arquitetura bela e funcional. E o que falar das casas “inteligentes”, onde tudo é monitorado por computadores de última geração? Mas esta mesma técnica não pode construir lares e famílias felizes e abençoadas. É por isso que muitas casas que têm tudo, assim também, como muitas que nada têm, são infelizes e vivem sem esperança, porque felicidade, vida e esperança, somente Deus pode oferecer, independente da casa ser um palácio ou um barraco.

Que Deus abençoe a sua vida e sua família, pois como nos diz a Bíblia, “Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que edificam; Se o Deus Eterno não edificar a casa, não adianta nada trabalhar para construí-la” (Salmo 127:1). Amém.