ONDA VERDE OU CRISTÃ?

A eleição geral realizada no Brasil no início deste mês e que não definiu o próximo presidente do Brasil, levando a decisão final para o segundo turno, mostrou um novo quadro político no país, e ainda revelou uma nova postura e um novo retrato sobre o pensamento político do brasileiro e as tendências do eleitorado.

A própria imprensa noticiou e os analistas políticos emitiram as suas opiniões de que, na verdade, não foi a conhecida “onda verde” que fez a diferença, levando a decisão final da escolha do Presidente da República para o segundo turno, mas sim, a nova tendência cristã do eleitorado brasileiro, que podemos identificar como “onda cristã”, formada por evangélicos e católicos conscientes. Esses não aceitam as aberrações do conhecido e propagado Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), que em 21 de dezembro de 2009 foi lançado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicado em forma de decreto presidencial, número 7.037/09 – PL 122, ambos elaborados pelos então ministros Paulo Vannuchi, dos Direitos Humanos, e Dilma Rousseff, Chefe da Casa Civil, contando com a colaboração de Tarso Genro, então ministro da Justiça, e Franklin Martins, ministro da Comunicação Social.

Esses decretos, entre outras coisas, defendem a legalização do aborto, a aprovação de casamento entre pessoas do mesmo sexo, a regulamentação da prostituição, a proibição das liberdades de expressão e de culto, atentando contra princípios e valores cristãos fundamentados nas Sagradas Escrituras, além de ferirem a nossa Constituição Brasileira – Carta Magna da nação.

Foi essa consciência cristã que provocou e continua provocando um verdadeiro movimento contra aqueles que defedem esses comportamentos em nosso país.

Diante dessa grande movimentação contrária da sociedade cristã brasileira, aqueles que propagavam esses conceitos, “mudam” agora o discurso, diariamente na imprensa, com o objetivo que consquistarem os votos perdidos e pensando que poderão convencer a nação a acreditar em suas palavras.

Assim sendo, conclamamos aqueles que amam a Deus, o seu Reino e o Brasil, a propagarem a importância do voto neste segundo turno das eleições, não se deixando enganar com a “mudança de discurso” e “aparente mudança de posicionamento”.

 A “onda cristã” fez, esta fazendo e fará a diferença nessa eleição, pois como nos diz a bíblia: “Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor” (Salmo 33:12).

Que Deus tenha misericórdia do Brasil e nos abençoe! Amém!

Sobre Vitor Hugo Mendes de Sá

Vitor Hugo Mendes de Sá é casado com Linéa Dias Mendes de Sá e tem duas filhas: Juliana e Mariana. É pastor por mais de 34 anos, evangelista, formado em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil. Tem cursos em clínica pastoral, capelania hospitalar, pós-graduação Latu Sensu em ciências políticas e educação(UNB), Liderança avançada pelo Instituto Haggai. É também, Bacharel em Direito(FDCI). Tem sido orador de conferências no Brasil e no exterior. Pastor da Primeira Igreja Batista na Penha-RIO. Autor dos livros: Orando com Propósito e Rompendo as Muralhas na Família, ambos publicados pela MK editora.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s