“A grande força da democracia é confessar-se falível de imperfeição e impureza, o que não acontece com os sistemas totalitários, que se autopromovem em perfeitos e oniscientes para que sejam irresponsáveis e onipotentes.” (Ulysses Guimarães).

O Brasil viveu mais uma vez um dos seus grandes momentos democráticos, com a realização pacífica e ordeira das últimas eleições! Foi emocionante ver o povo brasileiro com suas bandeiras coloridas de vários partidos, na prática da sua cidadania e com toda liberdade para expressar o seu sentimento, a sua opinião e a sua decisão consciente na hora de votar.

 Creio que este é um dos legados mais importantes que foi conquistado pelo povo brasileiro nas últimas décadas e que a cada eleição se consolida de forma madura e equilibrada, respeitando os diversos pensamentos, porém, resguardando os verdadeiros valores morais e éticos, conforme descritos na Palavra de Deus.

O povo brasileiro tem dado um exemplo de cidadania e democracia, sem no entanto abrir mão de conceitos que são caros para a família e os padrões cristãos. Creio que mesmo que vozes tenham levantado preocupações sobre este ou aquele candidato ou partido, fica claro que hoje no Brasil não existe mais lugar para posições extremadas que ferem as bases da sociedade e da família.

Os eleitos e seus partidos sabem que nenhuma  postura desrespeitosa aos princípios da família, da democracia e dos direitos individuais estabelecidos por nossa Constituição, ferindo o direito de liberdade de imprensa e a liberdade religiosa, serão aceitos por nossa gente e jamais deixarão de ser confrontados pela igreja brasileira e pela sociedade brasileira, pois em nosso Brasil não existe mais espaço para qualquer ação semelhante.

Também ficou claro que a nossa tecnologia em termos do processo eleitoral, sua transparência, segurança e eficácia é superior aos procedimentos adotados pelos países mais desenvolvidos do mundo, pois em um país de dimensões continentais como o Brasil, os resultados na apuração das eleições são conhecidos em pouco mais de três horas após o encerramento das eleições. Que outro país do mundo consegue tal feito? Que a nossa oração seja a do poeta sacro que escreveu e nós cantamos:

“Minha pátria para Cristo,
Eis a minha petição;
Minha pátria tão querida,
Eu te dei meu coração!
Lar prezado, lar formoso,
É por ti o meu amor!
Que o meu Deus de excelsa graça,
Te dispense Seu favor!

Salve Deus a minha pátria, Minha pátria varonil;
Salve Deus a minha terra, Esta terra do Brasil!

Quero pois com alegria,
Ver feliz a mãe gentil;
Por vencer seu evangelho,
Esta terra do Brasil!
Brava gente brasileira,
Longe vá temor servil,
Ou ficar a pátria salva,
Ou morrer pelo Brasil!

Salve Deus a minha pátria, Minha pátria varonil;
Salve Deus a minha terra, Esta terra do Brasil!

Emily V.Lindsey (1870-1934)
Salomão L.Ginsburg (1867-1927)