O tsunami que atingiu a costa leste do Japão, cobrindo cidades e matando milhares de pessoas, de acordo com os dados iniciais, tem sido considerado uma das maiores catástrofes naturais dos últimos anos. Muitas agências de ajuda humanitária, igrejas e as Nações Unidas, estão mobilizadas para tentar amenizar o sofrimento do povo japonês.

Ondas gigantes invadiram e varreram cidades inteiras, provocadas pelo terremoto mais poderoso registrado na história do Japão. A magnitude de 8,9 do terremoto ocorreu às 14h46 no horário local. O terremoto foi seguido por um Tsunami e outros tremores secundários, de acordo com a imprensa internacional.

Neste momento também existe uma grande ameaça de um acidente nuclear sem precedentes na história, causado pela explosão na usina nuclear de Fukushima.  

Este terrível acidente no Japão tem abalado o mundo inteiro e provocado polêmica teológica, entre alguns que pensam que podem questionar a “soberania de Deus” sobre os eventos catastróficos que ocorrem na Terra. Um desses “teólogos modernos brasileiros”, chegou a escrever no seu twitter no dia do terremoto e tsunami no país asiático, “O deus que ‘administra’ os eventos, tem propósitos insondáveis e que, pra cumpri-los, deixa tragédias acontecerem, é um demônio (sic).”

Como cristãos, somos desafiados a elevar as nossas orações aos céus, com corações quebrantados, em favor de todos os que foram afetados e como Igreja de Cristo, fazer o que nos é possível para amenizar a dor daqueles que sofrem, oferecendo apoio prático e espiritual neste momento de sofrimento para tantos.

Não cabe à criatura questionar o Criador sobre o que faz ou deixa de fazer, permite ou não que aconteça, pois como o próprio Deus declara: “Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos(Isaías 55:8,9). Que Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe!