“Todos nós devemos comer e beber e aproveitar bem aquilo que ganhamos com o nosso trabalho. Isso é um presente de Deus. “ (Eclesiastes 3.13)

O desemprego tem assolado todos os países deste mundo, conhecido como pós-moderno. O desemprego, tem se tornado cada dia mais crescente diante da crise financeira internacional por que passam não somente os países pobres ou em desenvolvimento mas também aqueles que nunca imaginavam tal situação Por serem países desenvolvidos e ricos.

São comuns nos noticiários internacionais matérias que destacam manifestações de pessoas de todas as idades que sofrem com o desemprego em várias partes do mundo. Esse triste quadro revela que o mundo em que vivemos está “doente” e necessita ser curado pelo Senhor. O próprio Deus declarou que “ se meu povo que pertence somente a mim, se arrepender, abandonar os seus pecados e orar a mim, eu os ouvirei do céu, perdoarei os seus pecados e farei o país progredir de novo” (2 Crônicas 7.14).

O propósito de Deus é que cada cidadão, independentemente de cultura, etnia ou nacionalidade, tenha o seu próprio trabalho, para que possa ganhar “o pão com o suor do seu rosto” (Gênesis 3.19), pois o trabalho dignifica o ser humano, enobrece o seu caráter e satisfaz o seu íntimo. A Bíblia declara que “isso é um presente de Deus”. Hoje, somos desafiados a colocar diante do Senhor, em oração, este pedido específico em favor de milhares de brasileiros, muitos deles, nossos irmãos em Cristo, que se encontram desempregados, passando por sérios problemas no seu sustento pessoal e familiar, sentindo-se desprestigiados, desanimados e até sem esperança.

Precisamos suplicar ao Senhor que sensibilize o coração dos governantes, conforme a orientação do apóstolo Paulo, que declarou: “Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplica, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os povos que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito” (1 Timóteo 2. 1,3)
O Salmo 128 declara: “Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem.”

(Extraído: Livro 100 Dias que Impactarão o Brasil – JMN – Por: Vitor Hugo Mendes de Sá)