PARTÍCULA DE DEUS

Cientistas estão para descobrir uma das questões mais importantes da ciência atualmente. Eles apresentarão os resultados dos principais experimentos do maior acelerador do mundo para detectar a chamada “partícula de Deus”, após dez anos de pesquisa.

A párticula de Deus, é uma partícula hipotética chamada de “bóson de Higgs” que explica porque tudo no Universo adquire uma propriedade fundamental que é a massa.

“Temos critérios bastante rígidos e uma regra do jogo é não estragar a festa, mas posso dizer que é uma situação muito interessante”, disse o físico Alberto Santoro, professor da Uerj e principal pesquisador brasileiro no Cern.

A partícula de Deus é a única das partículas previstas pelo Modelo-Padrão, cuja existência ainda não foi demonstrada. De acordo com os cientistas, ela é essencial por proporcionar massa à outras partículas, sem ela, a matéria não existiria, incluindo os próprios seres humanos. Em outras palavras, o mundo ou o Universo não existiria?

Enquanto os cientistas continuam a sua busca pelas respostas, muito se coloca em dúvida quanto às possibilidades do resultado ser acurado e verdadeiro.

Em uma entrevista dada anteriormente, uma pesquisadora brasileira no projeto, Daniela Alves, astrofísica brasileira, afirmou que os cientistas têm esperança de entender “teoria de tudo”, mas que pode ser que “nunca encontrem a verdade por trás disso”.

“Não é uma busca em vão. A gente tem tecnologia ainda para testar certas escalas (…). Vai ser muito difícil da gente testar escalas muito maiores de energia porque teríamos que construir um acelerador do tamanho do Universo”.

“Existem cientistas que têm a esperança de entender tudo. Mas a minha opinião em particular, e a que muitos cientistas têm em comum, é de que talvez a gente nunca descubra qual é toda a verdade por trás disso”.

A fé e a ciência

E se a ciência não consegue explicar tais fatos essenciais para dar fundamento ao como o mundo foi criado, como aceitar que tudo foi criado e moldado a partir de um poder invísivel de um ser sobrenatural? Estariam os cientistas chegando a conclusão de que partículas invisíveis ou que não se podem provar seria resultado da ação de um Deus?

Ainda que na ciência um Deus criador não seja considerado como parte da criação do Universo, para alguns religiosos não há problema nenhum em se considerar o oposto. A teoria do Big Bang, por exemplo, que afirma que o Universo se iniciou a partir de uma grande explosão, não exclui a criação.

Segundo o teólogo batista Luiz Sayão, o texto da Bíblia tem concordância com a ciência. Ele explica que mesmo a teoria do Big Bang pode ser relacionado com a explicação de Gênesis 1 (“Haja luz; e houve luz”. Gênesis 1:3).

“O texto da criação da Bíblia é absolutamente verdadeiro, mas não é descrito em linguagem científica”, explicou Sayão. “Não há nenhum problema entre Gênesis e o Big Bang. Há certa concordância com o ‘Haja a luz’ que poderia ser relacionado com a explosão do Big Bang”.

Ele explica que a Bíblia não teria porque usar linguagem científica e por isso explica desta maneira para que todos possam entender. Entretanto, isso não contraria a ciência de hoje. O problema, diz ele, é a teoria científica não relacionar com o próprio Deus.

(Por Amanda Gigliotti)

Sobre Vitor Hugo Mendes de Sá

Vitor Hugo Mendes de Sá é casado com Linéa Dias Mendes de Sá e tem duas filhas: Juliana e Mariana. É pastor por mais de 34 anos, evangelista, formado em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil. Tem cursos em clínica pastoral, capelania hospitalar, pós-graduação Latu Sensu em ciências políticas e educação(UNB), Liderança avançada pelo Instituto Haggai. É também, Bacharel em Direito(FDCI). Tem sido orador de conferências no Brasil e no exterior. Pastor da Primeira Igreja Batista na Penha-RIO. Autor dos livros: Orando com Propósito e Rompendo as Muralhas na Família, ambos publicados pela MK editora.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s