Tags

, , , , ,

PastorPhillip Keller apresenta, no seu conhecido livro – Nada Me Faltará, uma privilegiada perspectiva que descreve a maravilhosa experiência relatada no salmo 23.

O salmo do Bom Pastor, como assim é conhecido, por ter sido escrito por Davi, que também era um Pastor de ovelhas, inspira a nossa imaginação a vivenciar uma caminhada de que nos conduz aos pastos verdejantes da revelação e às águas frescas da realização, identificadas em cada um dos seus versos, sempre dentro de uma visão pastoral.

Somente uma verdadeira experiência de fé em Jesus Cristo – O Bom Pastor, nos conduz a olhar para este salmo sob um prisma espiritual, que nos revela inspiração, baseada na demonstração de amor, do olhar de um pastor de ovelhas, que vem ao encontro da ovelha perdida, resgatando-a da morte para vida, com o estender das suas mãos e um coração cheio de graça e misericórdia.

Esta imagem também é retratada na parábola contada pelo próprio Jesus Cristo, no Evangelho de Lucas, Capitulo 15, onde ele descreve sobre a ovelha perdida que foi resgatada por seu pastor, que despois de uma busca incansável, somente descansa após encontrar e resgatar a sua ovelha perdida, trazendo-a de volta para casa.

O salmista conhecia o apreço que os judeus tinham e tem, por seus animais e especialmente pelas ovelhas; por isso mesmo, Davi inspirado por Deus, escreveu este lindo poema que é o salmo 23, para revelar a importância do reconhecimento do Bom Pastor na condução do seu rebanho.

Quando temos a experiência viva que somos resgatados por Jesus Cristo, o Bom Pastor, alcançamos o perdão pelos nossos pecados, a segurança para o nosso viver e a absoluta certeza que “O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará” (V.1). Abra o seu coração, para que o Bom Pastor o encontre! Amém!