Novo DiaQuando recebemos um novo ano, somos tomados por uma nova esperança de vida. Assim como escreveu o poeta e cronista brasileiro Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), na entrada de um novo ano parece que se “entra no milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente”.

No livro de Gênesis, a Bíblia diz: Então Deus disse: Que haja luzes no céu para separarem o dia da noite e para marcarem os dias, os anos e as estações!As estações do ano marcam “ciclos” que definem “períodos” que servem para medir particularmente o desenvolvimento natural do mundo. As estações acontecem graças ao movimento da terra em relação ao sol, conhecido como translação. É por esta razão que ocorrem as diferentes estações durante o ano.

O salmo 37 constitui-se num acróstico irregular, um poema de sabedoria dirigido ao homem, não a Deus. Eis um paralelismo entre os primeiros versos deste salmo e as estações da vida, neste Novo Ano:

Na primavera da vida – CONFIE NO SENHOR.  (V.3) “Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra e, verdadeiramente, serás alimentado.” A base do CONFIAR está centrada em ter DEUS como o único DEUS da sua vida!

No verão da vida – DELEITA-TE NO SENHOR. (V.4)Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração.” Algo para ser apreciado suavemente, demoradamente, com prazer e completa satisfação. O sentido aqui é que quando isto acontece, DEUS prepara o seu CORAÇÃO para aceitar a SUA VONTADE.

No outono da vida – ENTREGUE O CAMINHO AO SENHOR. (V.5)Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.”  Deixe DEUS traçar o PLANO que Ele tem para a sua VIDA!

No inverno da vida – DESCANSE NO SENHOR. (V.7)Descansa no Senhor e espera nele.”  DESCANSAR – Hb. (דמם damam) =Estar em silêncio, estar calmo, esperar tranquilamente.

Viva assim e vença as inquietudes da vida”, adotando as orientações do salmista. Que Deus o abençoe!