Tags

, , , , ,

YAA032000002.jpgA verdadeira adoração acontece quando seu espírito responde a Deus, e não a alguma melodia musical” (Rick Warren).

Com frequência pensamos que adoração consiste em entrar na casa de Deus, participar da oração e dos cânticos de louvor, oferecer parte dos nossos bens e escutar uma mensagem bíblica. Mesmo que todas estas coisas sejam partes integrantes, a adoração, ainda assim, pode estar ausente.

Certamente há uma grande diferença entre ir à igreja para realizar uma atividade eclesiástica, ou fazer um plano de trabalho ou quem sabe, para cumprir um compromisso religioso.

Então, o que é adoração? Abraão nos dá uma visão clara do que é essencial para a adoração. Ele cria que o Senhor requeria sua dedicação e sua rendição, consagrando ao Senhor o que lhe era mais precioso. Ele cria que Deus era bom, e que o que Deus requeria era bom. Abraão foi ao monte Moriá para reconhecer isto através de uma oferta: o seu próprio filho. “E vieram ao lugar que Deus lhes dissera e edificou Abraão ali um altar…estendeu Abraão  e tomou o cutelo pra imolar o seu filho, mas o anjo do Senhor lhe bradou desde os céus e disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus…” (Ge 22:9-12).

Quando estivermos na Casa de Deus, participemos da adoração com corações reconhecidos de que o que o Senhor Deus nos pede é bom e dediquemos a Ele o que é precioso para nós.

Façamos uma oração sincera, dizendo: “Senhor, permita que os nossos corações se encham de louvor, que tuas bênçãos nos acompanhem sempre; desejamos te adorar em espírito e em verdade, como ensina a Tua palavra e assim oramos em nome de Jesus. Amem!”.