BrasilAs eleições que acontecem no Brasil neste ano são especiais, pois serão eleitos: Deputados, Senadores, Governadores e Presidente da República. Para estas eleições e como cristãos, devemos orar e observar alguns princípios básicos que fazem parte da nossa postura como servos de Deus e cidadãos brasileiros:

1) Cremos que o governo civil é de ordem divina para os interesses e a boa ordem social;

2) Como cidadãos devemos votar consciente e livremente, pensando no bem estar comum da sociedade;

3) Devemos votar em candidatos que valorizem a família, os conceitos morais, éticos e cristãos, com boa reputação e com qualidades específicas para o exercício do mandato;

4) Não devemos votar pensando em obter vantagens pessoais. Eleição não é acerto de conveniências pessoais;

5) Devemos votar, baseados em programas definidos  e claros para o Brasil;

6) O voto é intransferível e inegociável. Com ele, o cristão expressa sua consciência como cidadão;

7) Finalmente, o voto do cristão deve ser livre e conscientemente aprovado por Deus.

É bom ressaltar ainda, que defendemos a separação entre o “Estado” e a “Igreja”. O Estado deve ser laico, como previsto na Constituição Brasileira, enquanto que a Igreja deve cumprir a sua missão espiritual no mundo,  com o “Sal da terra e Luz do mundo”.

Que Deus nos oriente neste processo eleitoral e que o nosso Brasil possa experimentar a promessa bíblica de que “Feliz é a nação cujo o Deus é o Senhor” (Salmo 33.12). Amém.