Tags

, , , , ,

FrançaCada país tem os seus problemas. Alguns enfrentam problemas financeiros e econômicos; outros, problemas com o desemprego, problemas com a fome, problemas de violência… A verdade é que estamos vivendo num mundo em crise, como já se tem declarado tantas vezes.

Há crises nos países árabes, na Europa, fome na Etiópia; e , mesmo nos paises desenvolvidos, somos surpreendidos com notícias de atrocidades, desespero e violência. Isso nos leva a pensar nas palavras de Jesus Cristo no sermão profético, quando diz: “porque haverá grande aflição nos últimos tempos, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora…” (Mateus 24:21-22).

Nesta semana, mais uma vez, o mundo foi surpreendido com o maior ataque terrorista na história da França, ceifando a vida de dezenas de pessoas. Também temos acompanhado pela mídia que milhares de vidas inocentes estão sofrendo os horrores da guerra, sendo forçados a abandonarem suas próprias casas e bens, partindo em busca da paz e da liberdade que parecem tão distantes.

As estratégias adotadas pela ONU – Organização das Nacões Unidas – tem se mostrado ineficazes na solução desses conflitos que ameaçam todos os países do mundo.

Há um grito de dor na humanidade de hoje, e a Bíblia diz que “…toda a criatura geme e está juntamente com dores…porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus” (Romanos 8:19 e 22).

Oremos por aqueles que sofrem, e anunciemos para todos a mensagem de Jesus Cristo, o verdadeiro príncipe da paz, que declarou: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.” (João 14.1;27). Amém.