NatalEstamos no mês do natal de Jesus Cristo. Todos sabemos que a data de 25 de dezembro foi escolhida para comemoração do Natal, porém não significa dizer que Jesus Cristo, tenha nascido neste dia. Na verdade, estudiosos questionam esta data e declaram que “no Novo Testamento e nos primórdios do cristianismo, o consenso é que Jesus não nasceu em 25 de dezembro”. Alguns outros afirmam que o mais provável é que o nascimento de Jesus, tenha ocorrido entre março e novembro, quando o clima no Oriente Médio é mais ameno, porém, o dia 25 de dezembro foi a data escolhida e comemorada pela primeira vez no ano 354.

Nesta época, a campanha desenvolvida pela mídia eletrônica, nos faz pensar que este tempo se resume em dar e receber presentes; remeter e receber cartões coloridos; presenciar luzes que acendem e apagam; convidar amigos e parentes para comer, beber e se confraternizar. Tudo isso é muito bom e salutar, porém, Natal é muito mais do que isso!

O Natal traz no seu contexto uma mensagem muito mais esplendorosa e radiante, pois Deus está conosco! Assim a Bíblia relata sobre o primeiro natal: “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco).” – Mateus 1:23.

Esta é a mensagem maravilhosa do Natal. De sorte que podemos exultar de alegria, fé e gratidão. Aleluia, este é o júbilo da cristandade; Jesus nasceu em Belém e continua convidando homens e mulheres do mundo inteiro dizendo: “Vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei”.  Deus está perto de todos aqueles que o recebem como único e suficiente Salvador.

O mais importante de tudo, é que Jesus Cristo nasceu e como registra o evangelista Lucas 2.11, “hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” – A mensagem do anjo contém uma tríade: Um Redentor (Salvador), que é Cristo – um kyrios (Senhor) na cidade de Davi. Três títulos – três nomes para o menino de Belém: 1) Redentor (Salvador) Soter – 2) Cristo (Ungido – Messias) – 3) Senhor (kyrios).

Por tudo isso e muito mais, este é um tempo de festa!  Reúna, pois, a sua família em torno de Cristo e seja abençoado. Engrandecei ao Senhor comigo, e juntos exaltemos o seu nome”. (Salmo 34:3). Que Deus te abençoe neste último mês do ano.