O DIREITO À VIDA

Vejam o resumo da fala do Pr Lourenço no site do STF:

Téologo defende que o embrião já é um ser humano

O professor e teólogo Lourenço Stelio Rega, representante da Convenção Batista Brasileira, defendeu nesta segunda-feira (6), na audiência pública que discute a descriminalização do aborto, que a concepção é o marcador do início da vida do ser como uma pessoa. “Do ponto de vista biológico, nas primeiras horas depois da fecundação se forma uma nova célula, diferente de todas as outras do mundo. Temos um novo ser humano”, disse.

Na sua avaliação, o embrião humano é uma pessoa, uma personalidade. “Os dois gametas dos genitores formam uma nova entidade biológica, iniciando o surgimento de um ser-outro, diferente do ser-gestante. O embrião e a criança não possuem capacidade do exercício de contrair obrigações”, afirmou.

Para o professor, o início da vida biológica, na concepção, não é o início da vida de uma pessoa como agente moral. “Temos que considerar a possibilidade de progresso de uma pessoa que não pediu para nascer. Temos que desenvolver uma maternidade e paternidade responsáveis. Se deseja substituir a ausência dessa responsabilidade pela supressão do direito do feto deixar de ser potencial. Excluir totalmente o abortamento como controle de natalidade é essencial. Não é isso que vai trazer solução para a miséria social”, sustentou.

(http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=385869)

Sobre Vitor Hugo Mendes de Sá

Vitor Hugo Mendes de Sá é casado com Linéa Dias Mendes de Sá e tem duas filhas: Juliana e Mariana. É pastor por mais de 34 anos, evangelista, formado em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil. Tem cursos em clínica pastoral, capelania hospitalar, pós-graduação Latu Sensu em ciências políticas e educação(UNB), Liderança avançada pelo Instituto Haggai. É também, Bacharel em Direito(FDCI). Tem sido orador de conferências no Brasil e no exterior. Pastor da Primeira Igreja Batista na Penha-RIO. Autor dos livros: Orando com Propósito e Rompendo as Muralhas na Família, ambos publicados pela MK editora.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s